Papiro encontrado revela o primeiro apocalipse de Tiago e a existência de archons.


Papiro encontrado é dedicado a Tiago, a quem historiadores acreditam ser irmão de Jesus

Pesquisadores da Universidade de Oxford, na Inglaterra, encontraram um antigo papiro que contém os ensinamentos secretos” de Jesus ao seu suposto irmão, Tiago. O texto cristão apócrifo, não reconhecido por autoridades religiosas, está na língua grega. A cópia estava escondida em meio ao acervo da instituição, que é uma das mais antigas do mundo.

 

O manuscrito é uma cópia rara de uma história da época do Novo Testamento que se chama Primeiro Apocalipse de Tiago. Até então, historiadores confiavam que o texto apócrifo só existia na língua copta, um idioma indígeno-egípcio resultado da evolução dos hieróglifos.

Acredita-se que o texto foi proibido por Atanásio, bispo de Alexandria responsável por escolher os 27 cânones que compõem o Novo Testamento. Diversas outras histórias, como a encontrada em Oxford, foram consideradas heréticas e banidas do Livro Sagrado.

De acordo com pesquisadores, o ensinamento secreto para Tiago foi banido da Escritura Sagrada por conter uma visão diferente de Jesus. Enquanto a tradição o mostra como o Messias, os textos apócrifos revelam Jesus como um revelador da sabedoria humana.

No texto encontrado, Jesus descreve para Tiago a sua prisão terrena. Ele também afirma que figuras demoníacas, chamadas de “archons”, protegem o mundo e bloqueiam a fronteira que separa vida material e vida após a morte.

 

 

Vejam também:

19 histórias para dormir curtas

67 Perguntas para eu nunca para você brincar.

 

 


Sobre Oseias

Sou evangélico nascido num lar cristão. Presbítero ,amante da Bíblia, criador do site "Ouvindogospel7" que há 09 anos procura levar ao povo evangélico Informação, entretenimento e acima de tudo conhecimentos Bíblicos. Fico feliz por ter você aqui visitando meu site. Fique na paz do Senhor Jesus.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.