O que é o Mal de Parkinson? Saiba tudo aqui!

O Mal de Parkinson (DP) é um distúrbio neurodegenerativo que afeta predominantemente os neurônios produtores de dopamina (“dopaminérgicos”) em uma área específica do cérebro chamada substantia nigra.

O que é o Mal de ParkinsonOs sintomas do Mal de Parkinson geralmente se desenvolvem lentamente ao longo dos anos. A progressão dos sintomas é muitas vezes um pouco diferente de uma pessoa para outra devido à diversidade da doença.

Pessoas com Mal de Parkinson podem experimentar:

a) Tremor, principalmente em repouso,  tremor nas mãos. Outras formas de tremor são possíveis
Bradicinesia


b) Rigidez do membro
c) Problemas de marcha e equilíbrio

Causas e tratamentos do Mal de Parkinson

A causa permanece em grande parte desconhecida. Embora não haja cura, as opções de tratamento variam e incluem medicamentos e cirurgia.

Embora o Parkinson em si não seja fatal, as complicações da doença podem ser graves. Os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) classificaram as complicações da DP como a 14ª causa de morte nos Estados Unidos.

O primeiro passo para viver bem com a doença de Parkinson é entender a doença e a progressão:

É possível ter uma boa qualidade de vida com o Mal de Parkinson. Trabalhar com o seu médico e seguir as terapias recomendadas é essencial para o sucesso do tratamento dos sintomas usando medicamentos dopaminérgicos.

As pessoas com DP precisam desse medicamento porque têm níveis baixos ou estão com falta de dopamina no cérebro, principalmente devido ao comprometimento dos neurônios na substância negra.

É importante entender que as pessoas com DP começam a apresentar sintomas mais tarde no curso da doença, porque uma quantidade significativa dos neurônios da substantia nigra já foi perdida ou prejudicada.

Corpos de Lewy (acúmulo de alfa-sinucleína anormal ) são encontrados em neurônios substantia nigra de pacientes com DP.

Os cientistas estão explorando formas de identificar biomarcadores para a doença de Parkinson que podem levar a um diagnóstico mais precoce e a tratamentos mais personalizados para retardar o processo da doença.

Atualmente, todas as terapias utilizadas para a DP melhoram os sintomas sem retardar ou interromper a progressão da doença.

Além dos sintomas relacionados ao movimento (“motores”), os sintomas de Parkinson podem não estar relacionados com o movimento (“não motor”).

As pessoas com DP costumam ser mais afetadas por seus sintomas não motores do que pelos sintomas motores.

Exemplos de sintomas não motores incluem: apatia, depressão, constipação, distúrbios comportamentais do sono, perda do olfato e comprometimento cognitivo.

Na doença de Parkinson idiopática, a progressão tende a ser lenta e variável. Os médicos costumam usar a escala de Hoehn e Yahr para avaliar a progressão da doença ao longo dos anos.

A escala foi originalmente implementada em 1967 e incluiu estágios de zero a cinco, onde zero não é sinal de Parkinson e cinco é PD avançado. Mais tarde foi mudado para se tornar a escala modificada de Hoehn e Yahr.

 

Vejam Também:

O que é Diabetes gestacional? Veja os sintomas e tratamentos.

Morre mãe da Xuxa aos 81 anos

Vida apos a morte: Cientistas revelam descobertas chocantes 

Dwayne Johnson confessa luta contra depressão e suicídio 

Comentem e Compartilhem.

Siga e goste de nós:
error

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *