Jean Wyllys Pede Que Dilma Rompa Definitivamente Com Os Evangélicos

 

jean wyllys pede que dilma rompa com os evangelicos
Jean Wyllys pede que Dilma rompa com os Evangélicos

Na última semana, o deputado Jean Wyllys (PSol-RJ) protagonizou um dos momentos mais falados da sessão que aprovou a continuidade do processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff. Após ter sido ofendido, o deputado tentou cuspir no deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ). O filho de Bolsonaro, Eduardo Bolsonaro (PSC-SP) também revidou com um cuspe.

Por trás desta cena, dois pólos políticos opostos. Um contra e outro a favor do afastamento de Dilma. Ao HuffPost Brasil, Jean evitou entrar na polêmica do cuspe, mas marcou posicionamento firme sobre o que defende:

“Se o golpe for consumado, vai ser muito ruim para os trabalhadores, os mais pobres, as mulheres, os negros e negras, LGBTs e todos os setores oprimidos da sociedade”.
Apesar da previsão negativa, o deputado promete resistir.

“Espero que o Judiciário ajude, colocando limites e fazendo cumprir a Constituição Federal. E espero também que a maioria da sociedade acorde e se dê conta do que essa gente quer fazer com o nosso país.”

Jean Wyllys ressalta que a presidente está sendo “tirada do cargo por um réu da justiça, e isso é absurdo”.

Para ele, caso o vice Michel Temer assuma o governo, o País deveria convocar novas eleições. Já se a presidente Dilma permanecer, ele a aconselha a   “romper definitivamente as alianças com os partidos fisiológicos e de direita, com o fundamentalismo evangélico e com as corporações econômicas e governar para aqueles que a elegeram”.

 

Leia a entrevista completa do deputado no HuffPost Brasil:

 

 

Compartilhem