21-perguntas-frequentes-em-entrevista-de-emprego1. Fale sobre si
O recrutador não quer uma resposta breve. Fala sobre algo que realmente te destaque dos outros candidatos e sobretudo que promova uma discussão.

2. Descreva o melhor e o pior chefe que já teve
Descreve-lhe o que aprendeste. Não importa se foi o melhor ou pior chefe que já tiveste. Podes inclusive afirmar que, com os bons chefes aprendeste o que fazer e, com os maus, o que não fazer.

3. Fale sobre seus objetivos profissionais
O recrutador não está interessado em saber o que quer que seja sobre as tuas decisões. Quer certificar-se que não enviaste o currículo por acaso, pois quem sabe decidir bem será um ótimo chefe.

4. Você prefere trabalhar sozinho ou em equipa?
Responde-lhe que estás apto a trabalhar das duas formas. Oferece-lhe exemplos que corroborem a tua afirmação.

5. Dê alguns exemplos de trabalho em grupo
Oferece-lhe exemplos válidos de trabalho em grupo, nem que tenha que ser do tempo da faculdade.

6. Já teve dificuldade em trabalhar com algum gestor?
Esta pergunta deve ser respondida com especial atenção. Nunca digas que vocês não se davam bem por motivos banais, mas  porque vocês tinham opiniões e expectativas diferentes. Não exageres na crítica ao teu antigo chefe.

7. Como é que você lida com a pressão?
Uma boa forma de responder a esta pergunta é: “eu lido com situações, não com pressão ou stresse. Desta forma, eu trabalho e resolvo o problema, não o stresse.”

8. Quais são suas aspirações salariais?
Antes de mais, tens que pesquisar qual é a média salarial para a tua profissão. Cita o salário base da sua ocupação e espera uma proposta. Depois, podes dizer que vais pensar ou, simplesmente, podes recusar. A resposta negativa pode oferecer um salário mais alto, mas é uma estratégia muito arriscada. Age de acordo com as tuas necessidades.

9. Como se descreveria?
Antes de responderes, pensa na empresa para a qual vais trabalhar e a posição à qual te estás a candidatar. Depois, comenta os teus pontos fortes em poucas frases.

10. Que tipo de ambiente de trabalho preferes para trabalhar?
Podes responder que és um profissional flexível. Aproveita e pergunta como é o ambiente de trabalho na empresa.

11. Por que é que você quer trabalhar aqui?
Para responderes bem a esta pergunta, é importante que tenhas feito algum trabalho prévio à entrevista e que te tenhas informado bem sobre a empresa. Depois, pensa no que ela te pode oferecer a ti tendo em conta as suas competências, objetivos e metas futuras.

12. Quais são as suas metas para o futuro?
A nossa dica é que aproveites para relacionar as tuas metas com as da empresa e com a tua profissão.

13. O que é que lhe agradava e o que é que você não gostava no seu último emprego?
Não exageres ao falar mal da tua antiga empresa porque o recrutador pode achar que podes fazer o mesmo no futuro. Aproveita para falar sobre ti mesmo e sobre o teu estilo. Assim, o recrutador vai perceber que te vais adaptar à empresa.

14. O que você aprendeu com os seus erros?
Neste caso, dá-lhe exemplos de algo que correu mal e que tu conseguiste corrigir. Diz a verdade.

15. O que lhe interessa neste trabalho?
A melhor forma de responder a esta questão é descrever a própria vaga. Essa resposta funciona sempre.

16. Por que devemos contratá-lo?
Dá exemplos concretos do que fizeste e do que podes fazer na empresa. Fala também sobre os teus conhecimentos na área e da tua experiência no assunto.

17  Como você se imagina daqui a 5 ou 10 anos?
Aqui, o objetivo do entrevistador é entender de que forma o candidato planeja a sua carreira – ou não – e se ele tem clareza sobre onde quer chegar e em quanto tempo. “A ideia é observar se o profissional tem planos para a carreira ou se está pensando só no agora, para juntar dinheiro e sair do país, por exemplo.”

A melhor forma de responder essa pergunta, então, é demonstrar seus interesses em relação à empresa, deixando claro – se for o caso, obviamente – que você está preparado para criar raízes e progredir lá dentro.

18 Quais são seus pontos fortes e fracos?
Nesta pergunta da entrevista de emprego, o recrutador vai checar se você consegue fazer uma autoavaliação e também se os seus pontos a desenvolver são compatíveis com a oportunidade em questão.

Quem quer ganhar pontos nessa hora deve evitar respostas padrão – “eu sou muito ansioso” ou “sou muito perfeccionista”, por exemplo – e apontar características reais. “O ideal é que o candidato cite um defeito, por exemplo, e mostre como vem trabalhando para melhorar isso”, explica Marra. Para os pontos fortes, a ideia é a mesma: levar exemplos do impacto que eles têm sobre o seu trabalho.

19 Por que você quer trabalhar nesta empresa?
Essa pergunta tem basicamente dois objetivos. O primeiro é saber o quanto o candidato pesquisou sobre a empresa. O segundo é o quanto os seus valores são compatíveis com os da organização.

Para estruturar bem a sua resposta, o caminho é fazer a lição de casa e pesquisar tudo o que puder. Para isso, vale usar o site corporativo, as informações publicadas pela imprensa e também, sempre que possível, conversar com funcionários ou ex-funcionários da empresa.

20  Qual sua pretensão salarial?
O recrutador faz essa pergunta na entrevista de emprego para saber se a empresa tem condições de atender às suas expectativas financeiras.

A recomendação de Marra para essa resposta é mencionar uma faixa salarial – e não um valor exato – e se mostrar aberto a negociação. “Nem sempre, no momento da entrevista de emprego, você conhece o pacote de benefícios para calcular a remuneração total que está sendo oferecida.”

21 Como está o seu inglês?
Prepare-se porque ele vai querer, sim, continuar a conversa em inglês. O objetivo é verificar se o nível do candidato é, de fato, compatível com o que você colocou no currículo.

Sem mistérios: a melhor forma de se sair bem é não mentir nem dar uma “forcinha” dizendo que tem nível avançado quando ele é, na verdade, nível intermediário.

Comentem e Compartilhem

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *